quarta-feira, 13 de setembro de 2017

O convite para a festa

Este 01:12a Porém a rainha Vasti recusou vir conforme a palavra do rei...

Certa vez Jesus comparou a salvação a uma grande festa (Lucas 14). Na parábola, o dono da festa manda seus servos fazerem os convites. Um após o outro começaram as escusas.

Se existe uma missão em buscarmos, através do evangelho, os convidados para a festa de Deus (Grande Comissão), existe uma “preocupação” tão grande quanto, que é não perder essas vidas dentro da festa inicial. Seria isso possível?

Bem, para entendermos esse ponto é preciso sabermos que a festa da salvação inicia aqui mas só se completará nas mansões celestiais, onde a festa será perfeita! Aleluia!

Jesus advertiu da possibilidade de se realizar uma festa na casa do pai e participantes não estarem contentes e nem mesmo quererem participar já estando dentro da casa. É o caso da parábola do filho pródigo, sendo que o filho que ficou, não quis participar da alegria do pai por aquele que se perdeu e agora retornara (Lucas 15).

Esse foi o caso de Vasti. Morando dentro do palácio, convivendo com o rei, talvez estivesse acostumada com a presença dele, com as festas que fazia, estava cansada, enfim, são muita conjecturas, mas o fato é que estando dentro do palácio, ela não quis descer para participar da festa do Rei. Resultado: perdeu sua coroa.

Quem está lá fora não conhece a alegria da festa, a comida, a bebida, a presença do Rei que deixa a festa especial. Você, que já esteve ou está desfrutando da festa diária na presença do Rei dos Reis, sabe do que estou falando. Não recuse esse convite. Uma festa que Ele preparou e que não precisamos levar nada, apenas, a nós mesmos.

13 comentários:

  1. Muito bom Weslley. Que possamos realmente refletir sobre a festa, pois os prenúncios da volta do Rei dos Reis e anfitrião da festa é notório.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade meu caro. A volta de Jesus está aí. As profecias se cumprindo e tem gente dormindo na festa.

      Excluir
  2. Em qualquer momento desta festa que já começou, como você escreveu, o Rei pode chamar você para que sirva de testemunho perante os demais, da beleza da Obra que Ele tem realizado em sua vida. Como lemos, não recuse o convite do Rei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando preguei esta mensagem mencionei este ponto. Ninguém falava, na época, como a rainha X era bela. O comentário era "como a esposa do Rei é bela".

      É neste mesmo sentido o comportamento do servo. Nada importa e aproveita a vanglória pessoal. Mas que tudo seja para glória e honra do Rei.

      Excluir
  3. Toda honra e toda glória seja dada ao nosso Rei e Salvador Jesus, amém!

    ResponderExcluir
  4. Estamos no momento do Breve, não há mais tempo, devemos estar presentes na festa e também almejar que muitos outros estejam também, devemos fazer convites e nos alegrar, pois, fazemos parte de uma obra redentora, uma obra maravilhosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como bem disseste, o momento é do breve. Ora vem Senhor Jesus!

      Excluir
  5. Independente do retorno do Filho, fato absolutamente incerto, o nosso maior foco deve ser o de ajudar as pessoas a terem o Reino dentro delas, ainda na terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora muitos não queiram compromisso com o eterno, este deve sempre ser o nosso maior alvo.

      Excluir
  6. Mário Lúcio Lamim Furtado14 de setembro de 2017 18:01

    João 14:1-3

    14 Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. 2 Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. 3 E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.

    Muito boa a mensagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado caro amigo sumido...ou eu quem estava sumido? kkk

      Excluir